sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Concentração - Parte 1


Televisão, Facebook, Twitter, Mensagens de texto, vídeo games: tudo isso é muito mais interessante que estudar ou ler um livro. Porém, nem tudo está perdido, segundo psicólogos e neurocientistas, é possível desenvolver a concentração.
Segundo especialistas em meditação, nosso cérebro normalmente  mantêm-se em uma frequência muito alta para lidar com toda a gama de informações recebidas, então o primeiro passo é baixar esse fluxo de pensamentos. Há várias técnicas de meditação, mas o mais simples e fácil de fazer é prestar atenção na respiração de modo a esvaziar o cérebro.
A habilidade de se concentrar varia de pessoa para pessoa, mas, assim como habilidades podem ser treinadas, melhoradas ou ampliadas, da mesma forma, a concentração pode ser trabalhada.
Outro fator que afeta diretamente a atenção é a emoção. A neurociência afirma que é um processo de escolha do que é importante, uma vez que, embora  o lobo frontal seja responsável pelo comportamento e pela tomada de decisões, todo o sistema sensorial está envolvido, segundo Ivan Hideyo Okamoto, da Universidade Federal de São Paulo. Nosso sistema límbico, que comanda as emoções, sempre favorece os elementos que despertam sensações intensas.
Parece impossível vencer esta habilidade nata para a desconcentração?
Nem tanto, segundo David Schlesinger, neurocientista do hospital Albert Einstein, a plasticidade do cérebro, ou melhor, dizendo, a capacidade dos neurônios de se redistribuir de acordo com a necessidade e o treino, pode ser trabalhada da mesma forma que exercitamos os músculos tornando-os mais fortes.
Portanto, treine a concentração diariamente quando estiver fazendo tarefas de que não gosta e respire mais calmamente, prestando atenção ao movimento de saída e entrada do ar. É como ir para a academia todo dia, é mais difícil no começo, mas depois começa a fazer parte do nosso dia-a-dia.

3 comentários:

  1. Muito bom Ana, isso já faz parte da minha vida a muito tempo...todos deveriam ler e seguir.bjss. Solange Patrone

    ResponderExcluir
  2. Concentração é o segredo eterno de toda realização mortal.
    Stefan Zweig - cientista austríaco - 1881 – 1942

    A arte ou prática de concentração, não importa se estudando biologia ou brincando na piscina, é eliminar distração e focalizar-se na tarefa que está sendo realizada. Se você leu a matéria inteira do princípio ao fim e de repente descobre que não tem a menor idéia sobre o que você leu, ou se você comparece às aulas e tem dificuldade em prestar atenção ao que está sendo dito, estas dicas podem ajudar:

    Elabore uma rotina.

    Tenha um horário de estudo eficiente. Não adianta estudar muito durante uma semana e pouco na semana seguinte, pra ser bem sucedido no vestibular é necessário ter uma rotina de estudo eficiente.

    Procure separar algumas horas do seu dia para estudar após as aulas e mais algum tempo para resolver os exercícios. Saiba antecipadamente quanto tempo disponível para os estudos você terá na semana e programa-se para um melhor aproveitamento deste tempo.

    Estude em um ambiente silencioso (isso varia de acordo com o método de cada um).

    Geralmente é bastante difícil estudar em um ambiente com muito barulho ou distrações, procure separar um espaço para seus estudos onde você se sinta confortável. Dê preferência a lugares mais silenciosos como bibliotecas e salas de estudo. Você pode até estudar em sua casa, mas antes se certifique que não será incomodado durante o período de estudos.

    Descanse um pouco.

    Faça algo diferente do que você tem feito, por exemplo, levante e caminhe um pouco se você estiver muito tempo sentado, pare alguns minutos para descansar e relaxar, só não deixe se envolver demais pelo descanso, você pode ter em mente parar 5 minutos para descansar e acabar dormindo a tarde inteira. Seja prudente durante seu tempo de descanso.


    Evite sonhar

    Não fique pensando na garota que você conheceu nas férias ou na roupa que quer comprar, esteja focalizado no estudo, você terá muito tempo para pensar em outras coisas quando acabar de estudar. Faça a si mesmo perguntas sobre a matéria que você estudou.Muito boa essa sua matéria,mais uma vez PARABENS !!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Ás vezes, me acho pregando no deserto falando essas coisas em casa ou em sala de aula, porém acredito que desanimar não é a solução. O importante é ir semeando e disseminando essas ideias e conceitos. Obrigada! Voltarei ao assunto outras vezes acrescentando alguns desses tópicos.

    ResponderExcluir

Aguardo seus comentários.Eles são muito importantes para mim pois meu objetivo é aprofundar conhecimentos e esclarecer minhas próprias dúvidas.