quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Missão cumprida?

Ao comentar com uma amiga que eu achava que minha missão já estava cumprida neste plano, ela, indignada, me afirmou que eu ainda tenho muito trabalho a fazer e com muitos alunos pela frente.


Na verdade, este meu sentimento, vem de um orgulho que sinto pela constatação de um trabalho muito bem feito que realizei na educação de meus filhos. Tenho observado como meus filhos estão independentes, resolvendo tudo com autonomia e coerência, ou seja , sem mim!

Porém, a colocação com a qual abri esta postagem, concretizou-se ser verdadeira quando, subitamente, recebo em uma das minhas classes, caindo de pára-quedas, praticamente do NADA, dois alunos recém-chegados da Eslováquia. Um com nove anos e outro com sete sem falar inglês, muito menos português.

Recebi-os, acalentei o coração angustiado da mãe, e fui para minha sala com eles. Arredios, tímidos e ressabiados – perfeitamente normal- à princípio, integraram-se vagarosamente à classe. Antes da aula, ajoelhei-me ( porque a gente tem que falar com criança na altura deles) perto de cada aluno e pedi que colaborassem comigo na tarefa que nos esperava. Eles foram super receptivos e me ajudaram muito.

No final da aula, os novos alunos estavam correndo pelo pátio, rindo e completamente à vontade! Recebi-os de uma mãe temerosa e reticente e devolvi-os para uma mãe confortada e sorridente. Ela, assim como eu, leu nos olhares deles que eles tinham curtido muito a aula.

À noite, ao chegar num encontro com algumas amigas para um cappuccino, fui logo disparando;”Estou tão feliz!! Algo maravilhoso está me acontecendo!” E, então, muito entusiasmada relatei com pormenores não exaustivos, espero!!! Perdoem-me se o fiz!- juro que tentei não me alongar- o desafio que tenho pela frente.

Uma das perguntas feitas por elas foi como eu consegui me comunicar com as crianças. Bem, expliquei que uma delas consegue entender algumas palavras, no demais com muitos gestos, olhar e amor! Como elas vão aprender inglês? Do mesmo jeito que eu aprendi português e elas aprenderam eslovaco, ouvindo, tentando, errando e acertando.

Estou adorando o desafio!! Você tem razão amiga, ainda tenho muito que fazer por aqui! Pra começar, neste fim de semana, tenho que estudar muito sobre a Eslováquia. Deseje-me sucesso!



6 comentários:

  1. Minha linda Anna, vc é e sempre será a MESTRA amada e exemplar... Vc tem muito o que fazer por aqui, mesmo! bjks no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Miriam!!! Preparei uma aula dez pra segunda!!

      Excluir
  2. Todos os seus amigos sempre precisam de seu carinho e de sua sabedoria. Sorte dos eslovaquinhos conhecerem você. Beijo.Márcia Acunzo Conde

    ResponderExcluir
  3. Anninha:

    Enquanto você tiver filhos, a missão jamais estará cumprida. Quando menos se espera, em qualquer idade ou nível de independência e autonomia que possam ostentar, seremos convocados para novas e turbulentas missões. Recomenda a prudência que esteja prepara e em alerta para entrar em combate e socorrê-los.

    Vou tentar ajudá-la a conquistar definitivamente o coração dos moleques eslovacos e provar que é uma professora denodada. Convide-os para saborear bolinhos de batata com leite de cabra e sopa de couve com salsichas, pratos típicos da Eslováquia.
    Durante o preparo dessas iguarias, fale (não me pergunte em qual idioma) sobre Bratislava, a capital, o Rio Danúbio, comente assuntos que digam respeito à economia do país, tais como suas principais produções: trigo, cevada, milho, beterraba, batata, uva, fumo. No campo de minerais cite: cobre, ferro, chumbo, zinco, petróleo, manganês. Indague se já viajaram na Slov-Air, a empresa aérea nacional, etc...

    No entanto, abandone a ideia de aprender eslovaco, pois este idioma impronunciável para latinos e, além disso, correrá o risco de destroncar para sempre a sua línguinha, o que seria uma perda irreparável.
    Tente a mímica ou o alemão.
    Auf wiedersehen.

    R.Floyd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela cooperação. Já preparei uma aula de integração muito animada e há de ser produtiva. Eles ainda são muito novos para serem expostos a tanta informação, nesta idade, reconhecerem o mapa, os símbolos nacionais com as cores já é bastante. Porém, minhas aulas serão bem mais ricas de cultura geral.Como dizia Guimarães Rosa, professor é aquele que ensinando aprende.E neste rumo, eu vou! Aguarde as novidades!

      Excluir

Aguardo seus comentários.Eles são muito importantes para mim pois meu objetivo é aprofundar conhecimentos e esclarecer minhas próprias dúvidas.