sábado, 26 de janeiro de 2013

Cinquenta tons de Cinza


As Férias chegaram..finalmente..sem aulas para preparar..nem trabalhos da pós..muito menos leituras obrigatórias..Bem, hora de relaxar. Por isso, resolvi ler algo que não me permitisse analisar nem filosofar. Segundo o conselho de minha filha e alunas, dediquei-me a ler Cinquenta Tons de Cinza de E.L.James.
À princípio, fez-me lembrar daqueles livros de banca de jornal tipo Sabrina, Bianca e outros do gênero. Por isso, decidi não comentar sobre as tórridas cenas de sexo pois vários blogs já se  dedicaram a isso, vou chamar a atenção para  alguns conselhos dados pela mãe, cujo nome é Carla, para a filha Anastácia:

                              “ - Os homens são muito complicados, Ana, querida. São criaturas muito simples e literais. Normalmente o que eles falam é o que pensam mesmo. E a gente passa horas tentando analisar o que falaram, quando está na cara. Se eu fosse você, eu o tomaria ao pé da letra.Isso pode ajudar.” ( página 354)

Observando a colocação extraída do livro, observamos que nós, mulheres, cheias de elucubrações mentais complicamos o que é simples. Talvez como  dizem os homens, nós é que complicamos tudo procurando razões e motivos em cada palavra ou atitude.

                                 “- Está vendo, Ana, os homens acham que tudo que sai da boca de uma mulher é um problema a ser resolvido. Não uma vaga ideia que a gente gostaria de lançar e discutir um pouco  e depois esquecer. Os homens preferem ação.” (p.368)


Eu já mencionei numa postagem anterior, que aprendi com Içami Tiba, que a  mulher resolve seus problemas falando sobre eles. Não é uma indireta, é apenas uma característica feminina: descrever o sentimento ou angústia que passa pelo seu íntimo, às vezes, apenas fruto da TPM que desaparecerá  pela manhã.Já, o homem quer ação, busca logo meios práticos de solucionar o problema.


                                 “- Faça o que seu coração mandar, querida,e, por favor, por favor, tente não pensar demais nas coisas. Ainda tem muito que viver, simplesmente deixe rolar. Você merece o melhor de tudo.” (p.419)


Para encerrar, fica o conselho de  Carla, conecte-se com o seu eu interior e tome decisões que são acertadas para você. Fale com as amigas, mas siga sua intuição. E, principalmente, tenha em mente: VOCÊ MERECE O MELHOR!




                     

6 comentários:

  1. Somos assim mesmo: "os homens acham que tudo que sai da boca de uma mulher é um problema a ser resolvido. Não uma vaga ideia que a gente gostaria de lançar e discutir um pouco e depois esquecer"...e infelizmente eles não entendem isso...mas é tão simples!
    Amei seu post Anninha!!! Bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!!! quem sabe lendo eles entendem!!!rs

      Excluir
  2. Muito boa ideia pegar somente a visão da mãe da mocinha. Alguém tinha de ter um pouco de bom senso nessa história toda..rs. Bom conselho: simplificar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive que espremer muiitooooo pra arrumar alguma coisa boa!!!

      Excluir
  3. Adorei sua colocação sob a ótica da mãe- a sensata, a vivida, a madura, a amiga!

    Minha decisão de 2013 foi exatamente essa, levarei sim este conselho ao pé da letra...Não complico mais, meu coração/intução me levarão, e sim,concordo também que somos merecedoras do melhor de tudo- Maktub!
    “- Faça o que seu coração mandar, querida,e, por favor, por favor, tente não pensar demais nas coisas. Ainda tem muito que viver, simplesmente deixe rolar. Você merece o melhor de tudo.” (p.419)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí..descomplique..não sabemos por qto tempo estaremos aqui..vamos aproveitar nossa estadia neste imenso hotel e luxo!!

      Excluir

Aguardo seus comentários.Eles são muito importantes para mim pois meu objetivo é aprofundar conhecimentos e esclarecer minhas próprias dúvidas.