segunda-feira, 18 de agosto de 2014

1, 2, 3

1 2 3 4 5 6 7 8 9 ops 10° andar...rumo ao salão número 2, 7.30 ?ou 8.00,..talvez 7.45 seja o adequado, sempre é melhor optar pelo ½ ou 0,5.
E lá vem agora o 112, conta cinco passos até o elevador, desce dois andares e caminha 20 passos até o salão número 2. Assim, sucessivamente, todos os números, digo, condôminos se reúnem.
No salão,enquanto apenas seis estão aguardando a chegada dos demais, o síndico começa a desabafar sua tristeza – Acredita que 126, me encontrou na garagem e veio reclamar da empresa que foi contratada para a reforma???? Como assim??? Eu falei, você estava na reunião. Foi aprovada em conselho!! e continuou – Gente, não aguento mais...Ele reclama de tudo e mais um pouco. Até sobre a cor das pastilhas, ele teceu comentários sarcásticos!!!
Neste momento, o 222 tentou tranquilizá-lo dizendo que o cara é legal, mas é um tanto
perfeccionista. Já a moça do 426, afirmou que o 126 é crica e adora desmerecer tudo e todos.
De repente, chega o 126 , quieto, tranquilo e toma seu lugar.
O círculo se forma, a reunião começa com todos os números devidamente representados, a leitura da ata da 543° reunião é lida, e, nesse momento, antes de discutirmos os $20.00,00 gastos em reformas ou os 3 fundos recolhidos mensalmente ( fundo de reserva, de obras e de férias), com toda a falta de tato possível o 126 começa a dizer que da próxima vez em que o condomínio for contratar alguém para fazer um serviço, deve ser mais cuidadoso porque o último serviço na caixa d´água... blá blá blá críticas e mais críticas, reclamações e mais reclamações..até que surge o convite inesperado para que o 126 assuma o cargo de síndico. Rapidamente, ele, o reclamão de mão cheia, nega e afirma que prefere cooperar sem compromisso apenas dando suas opiniões. A discussão esquenta chegando aos 90° C, enquanto acaloradamente todos insistem que o Sr 126 Crítico de plantão deva ser o próximo síndico. Veementemente, ele rejeita o cargo.
Um a um, cada um assina seu número e se despede. Conclusão geral: quem gosta de atirar pedras, foge de ser vidraça. Preferem continuar na comodidade do um mais um igual a quatro que arriscar nas probabilidades.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguardo seus comentários.Eles são muito importantes para mim pois meu objetivo é aprofundar conhecimentos e esclarecer minhas próprias dúvidas.