quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Aquarela e TDA

“Se um pinguinho de tinta
Cai num pedacinho
Azul do papel
Num instante imagino
Uma linda gaivota
A voar no céu...”  (Toquinho
)


Qual professora, já não teve um aluno assim. E quantos pais não vivem brigando com seus filhos porque eles se não prestam atenção na aula, não dão recados,esquecem o material escolar ou pior, a matéria da prova. Talvez eles não sejam distraídos, apenas estejam em outra dimensão, seguindo um outro rumo como o da música de Toquinho. Basta um pinguinho de tinta e a imaginação, vai voando....


Num instante imagino
Uma linda gaivota
A voar no céu...
Vai voando
Contornando a imensa
Curva Norte e Sul
Vou com ela
Viajando Havaí
Pequim ou Istambul

Crianças TDA são facilmente distraídas por estímulos  do ambiente externo, porém,  mesmo quando evitamos e tentamos quase abolir esses estímulos, os pensamentos se  dispersam igualmente. Preocupo-me mais com os alunos TDA sem hiperatividade, porque estes, pela calma e tranquilidade, acabam sendo esquecidos num canto da sala,ficando livres para seguir o rumo dos seus pensamentos.


De uma América a outra
Eu consigo passar num segundo
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo...
Um menino caminha
E caminhando chega no muro
E ali logo em frente
A esperar pela gente
O futuro está...

O futuro é a preocupação constante dos pais e da escola pois eles parecem precisar  de alguém por perto o tempo todo. Os pais e professores precisam estar sempre por perto lembrando, orientando, conferindo ou simplesmente, chamando -os pelo nome  para trazê-los de volta à realidade.


E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida


Escolhi esta música de Toquinho porque, além da beleza poética, descreve com exatidão o caminho traçado pela mente da pessoa que tem TDA. Essas pessoas, também, costumam apresentar dificuldade com relação a horários e frequentemente não os cumprem pois: 

Numa folha qualquer
Eu desenho um navio
De partida
Com alguns bons amigos
Bebendo de bem com a vida...


Têm muita dificuldade para  manter atenção em atividades muito longas e repetitivas. O computador prende mais a  atenção por conta da mudança de imagens.

E ali logo em frente
A
esperar pela gente
O futuro está...
E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Num instante imagino


Por mais que se esforce, seu desempenho sempre parece inferior ao esperado para sua capacidade intelectual, que geralmente é acima da média. Daí, ser considerado desleixado e desorganizado ou desinteressado. Estes rótulos trazem sofrimento para a criança e para a família.


Nessa estrada não nos cabe
Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar
Vamos todos
Numa linda passarela
De uma aquarela
Que um dia enfim
Descolorirá...


O  desempenho muito abaixo do esperado em várias disciplinas pode ser um indicativo de TDA e deve ser investigado. A parceria escola, família e médico é fundamental nesse momento, pois  o diagnóstico tardio pode danificar auto-estima de maneira irreversível, sem falar nos problemas familiares causados.


Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo...
Corro o lápis em torno
Da
mão e me dou uma luva
E se faço chover
Com dois riscos
Tenho um guarda-chuva...


Possuidores de uma imaginação sem limites, têm a capacidade de ver as coisas sob outro prisma e, assim, encontram respostas ou soluções onde ninguém mais consegue. Podem e serão muito bem sucedidos, mas precisam aprender a manter o foco e a utilizar instrumentos para superar as falhas causadas pelo chamado déficit de atenção, que prefiro chamar de atenção exacerbada. Recomendo  a leitura do texto Steve Jobs, um revolucionário, neste mesmo blog, para servir como um estímulo para pais , professores  e alunos pois o caminho é árduo para todos os envolvidos.


















Um comentário:

  1. voltei aos tempos da minha própria infância, onde passava horas entretida no meu "mundo da lua", enquanto no mundo real choviam nomes e apelidos nem sempre justos para a aluninha tímida e retraída sentada no meio da multidão!
    e hoje eu me coloco no lugar do meu filho, criança brilhante e igualmente " viajador"...
    amo seus posts! (Adri)

    ResponderExcluir

Aguardo seus comentários.Eles são muito importantes para mim pois meu objetivo é aprofundar conhecimentos e esclarecer minhas próprias dúvidas.